Categorias
Domingo 20 de dezembro Mesas Programação

Processo criativo na produção de quadrinhos

Processo Criativo na Produção de Quadrinhos - Butantã Gibicon

Domingo – 20/12 – 14h

Com:

Heloize Rodrigues tem 22 anos, é paraense e cursa Design Gráfico. Helô é ilustradora, quadrinista e tem como base principal em seus trabalhos a representatividade feminina e a regionalidade. Já esteve em exposições como “Fluxos – 2019 – Vila Container”, “Qual a arte que te escorre? – 2018 – Espaço Art Ato”, “Cartografias da Fé – 2019 – Galeria Theodoro Braga” e outras. Participou das HQs Açaí Pesado 1 e 2, Mágico Se e o Caminho do Saber, além de estar projetando sua própria HQ “HQ do Brega”, prevista para lançamento em 2021.

Paula Limes tem 21 anos e é ilustradora e quadrinista, moradora da periferia de Guarulhos. Formada em Artes Visuais, também fez História em Quadrinhos pela Quanta Academia de Artes e há pouco começou a fazer tirinhas para o Instagram, com alguns pensamentos tanto reflexivos quanto engraçados que lhe vêm à cabeça. Quer mudar um pouco do mundo ao seu redor por meio da arte e compartilhar seus pensamentos, pra encontrar gente que sente o mesmo e também não quer ficar sozinho.

Letícia Moreno, 27 anos, cresceu em São João de Meriti na Baixada Fluminense (RJ), é ilustradora e bacharel em História da Arte pela EBA/UFRJ. Seu trabalho foca na representatividade negra, recusando estereótipos e apresentando um pouco de subjetividade, delicadeza e gentileza às pessoas negras. Trabalha com zines, quadrinhos e ilustrações sempre experimentando cores e texturas.

Ana Paloma é quadrinista e ilustradora nascida em São Luis – MA e é estudante de Ciências Sociais na USP. Começou a se aventurar nos quadrinhos a partir de 2016, publicando histórias do seu cotidiano. Em 2019, publicou seu primeiro quadrinho impresso chamado “Sobrevivendo às Eleições”, financiado por meio do Catarse. No mesmo ano, ainda publicou o zine “Dicas da Pipoca sobre como superar um fora” pela Editora Skript. Atualmente, a artista está publicando a websérie “Vish, tô confinada” e é voluntaria na ONG Politize!, onde ministra oficinas sobre diálogos políticos. Criadora do projeto HQ Preta, sobre quadrinhos feitos por mulheres e pessoas não binárias negras.